Sábado, 27 Novembro 2021 19:15

SEMANA DO DOADOR | Hemoraima recebeu mais de 350 doadores de sangue no decorrer da semana Destaque

Escrito por Lidiane Oliveira
SEMANA DO DOADOR | Hemoraima recebeu mais de 350 doadores de sangue no decorrer da semana Ascom/Sesau

O Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) abriu as portas neste sábado, 29, para o encerramento da programação da Semana do Doador Voluntário de Sangue, e recebeu os doadores agendados pelo Motoclube AMM (Adventist Motorcycle Ministery) Boa Vista, em parceria com os demais motoclubes de Roraima.

Incluindo as doações deste sábado, mais de 350 pessoas compareceram ao Hemoraima ao longo da semana. “Este mês marca uma data muito especial, o Dia do Doador Voluntário de Sangue, e me sinto muito feliz de ter visto tantas pessoas visitando o Hemoraima para fazer a doação. A equipe está de parabéns por ter tomado todos os cuidados com a segurança das pessoas e por manter o atendimento de excelência. Agradeço a cada um que passou pela Unidade esta semana e fez a doação de sangue, um gesto importante que salva vidas”, afirmou o governador Antonio Denarium. 

Conforme o secretário de Saúde, Leocádio Vasconcelos, durante toda a semana, diversas pessoas foram recebidas pela equipe do Hemoraima. “Queremos agradecer a todos que estiveram aqui ao longo dessa semana, a cada um que tirou um pouquinho do seu tempo para ajudar ao próximo. Deixamos o nosso muito obrigado pelo apoio e atenção. É fundamental dar ao Hemoraima condições de atender as demandas das unidades hospitalares”, ressaltou o secretário.   

De acordo com o presidente do Motoclube AMM Boa Vista, Chardson Moraes, foi uma satisfação poder reunir os amantes da aventura mais uma vez em prol da saúde do próximo.

“É o segundo ano que fazemos esse tipo de ação em parceria com outros motoclubes e nos reunimos para dar esse presente, que é a campanha de doação de sangue dos motociclistas de Roraima, à sociedade roraimense”, ressaltou. 

Doadores não escondem a emoção de praticar o bem e ajudar ao próximo

Pedro Otávio, de 22 anos, foi convidado por um amigo da igreja e não pensou duas vezes para aceitar o convite e marcar presença na ação.

“Sou militar e tenho a missão de servir e ajudar o próximo. Durante a semana, eu estava em curso e não tinha como conciliar. Quando meu amigo me convidou para a ação de sábado, vi que daria tudo certo. Então me interessei e estou aqui fazendo a minha parte de cidadão, uma vez que muitas pessoas precisam dessa ajuda”, enfatizou.

Quando soube da ação, a estudante Roseane da Silva Maximiniano, de 27 anos, aproveitou para perder o medo da agulha e vir fazer a primeira doação. “Eu estava bem ansiosa quando cheguei aqui, por causa do medo, mas sempre quis doar. Ontem um amigo meu veio e me disse que haveria a ação. Decidi vir e estou muito feliz de estar aqui e poder contribuir para ajudar a salvar a vida de outras pessoas”, disse a estudante.

O fisioterapeuta Thalisson Barreto, de 35 anos, atendeu ao chamado do grupo de motociclistas e marcou presença mais uma vez no Hemoraima. “Hoje em especial foi o dia que escolhemos para fazer a nossa parte e ajudar essa causa. Sou doador de sangue desde os 18 anos e sei da importância de ajudar o próximo. Esse é um ato tão simples, mas ajuda a salvar vidas hoje e no futuro”, afirmou.

Critérios para doação

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (ou 59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal, bem como cópia da carteira de identidade. É necessário ter mais de 50 quilos, deve estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto. Também é preciso observar os intervalos entre as doações de sangue: três meses para homens e quatro meses para mulheres.

“O Hemoraima está de portas abertas todos os dias úteis, ou seja, de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h, a equipe está pronta para prestar as orientações necessárias em relação aos critérios para doação. Nós reforçamos que se você ainda não é um doador, mas tem interesse de saber mais sobre o assunto, venha conhecer o trabalho e quem sabe passar a fortalecer essa corrente do bem”, acrescentou a gerente de Captação, Juliane Uchoa.