Imprimir esta página
Terça, 04 Janeiro 2022 14:19

PARA CARVOEIROS | Governo doa incineradores que vão reduzir em 95% a poluição ambiental Destaque

Escrito por Maria Fernanda Azevedo
PARA CARVOEIROS | Governo doa incineradores que vão reduzir em 95% a poluição ambiental Neto Figueredo

“Nós não somos tratados com respeito. O povo se dirige aos carvoeiros como se fossem criminosos. Mas hoje nossa história vai mudar. Seremos vistos como seres humanos, com a dignidade que merecemos. Pois teremos um lugar destinado para a produção do nosso trabalho”. O relato de Hodirene Freitas, que há 14 anos trabalha no setor carvoeiro de Roraima, revela a realidade vivida por esse segmento.

Atento a isso, o Governo de Roraima organizou a atividade da indústria artesanal de carvão, que hoje emprega mais 180 famílias. O governador Antonio Denarium, fez a doação na manhã desta terça-feira (4), de quatro lotes do Distrito Industrial para a Unicarvão (Cooperativa dos Carvoeiros de Roraima). As áreas, juntas, medem 20 mil metros quadrados.

Na oportunidade, os carvoeiros receberam 170 mil tijolos para a construção de pisos e fechamento dos fornos e mais 20 kits de incineradores de fumaça, que prometem reduzir em até 95% a emissão de gases poluentes na atmosfera.

Para o governador, a cedência do espaço promete pôr fim a um problema antigo entre carvoeiros, empresários e moradores da região, causado por conta da fumaça gerada pelas carvoarias no Distrito.

“É um momento muito importante para a Cooperativa dos Carvoeiros Roraima. Eles que estavam trabalhando em uma ocupação desordenada, sem controle, sem licenciamento ambiental, gerando poluição e fumaça no Distrito Industrial. Mas o momento deles serem reconhecidos chegou”, frisou.

O governador informou que a deputada estadual Aurelina Medeiros destinou emenda parlamentar para a construção de 250 fornos, que irão atender mais de 60 kits incineradores que em breve serão entregues em mais uma remessa.

“Vamos também juntos com a Caer [Companhia de Águas e Esgotos de Roraima], fazer a ligação de uma rede de água de 700 metros, e a perfuração de um poço artesiano aqui, para oferecer uma qualidade de vida melhor aos produtores de carvão”, acrescentou.

Segundo a presidente da Unicarvão, Denize Vital da Silva, a cedência dos lotes vai dar segurança jurídica para os trabalhadores da Cooperativa.

“A gente trabalhava de forma muito precária, sem nenhum conforto. Sem falar que gente estava em terras que não eram nossas. Sofríamos ameaça diariamente, aviso de despejo. Então, não tínhamos nenhum tipo segurança. Essa ação, ela vem para revolucionar o nosso setor, pois agora teremos de uma vez por todas um lugar só nosso. É um benefício muito grande e a gente só tem a agradecer ao governador Antonio Denarium e a toda a sua equipe, por esse momento tão esperado”, afirmou.

O secretário da Seplan (Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento), Emerson Baú, também reforçou que o setor carvoeiro era um problema histórico dentro do Distrito, e que a atual gestão buscou solucionar.

“É um problema que buscamos transformar em oportunidade. Fomos à procura de resolver e mostramos a preocupação que o Governo tem não apenas no momento atual, mas sim com a situação de perigo que essas pessoas viviam hoje e com o futuro delas. Pois são pessoas que atuavam em uma situação indigna de trabalho, respirando ar poluído, com periculosidade, e que finalmente hoje, vão ganhar o seu espaço próprio, com conforto e segurança, estrutura de produção adequada”, destacou.