Quarta, 09 Fevereiro 2022 14:18

VOLTA ÀS AULAS | Escolas da Rede Estadual retomam aulas presenciais nesta quarta-feira Destaque

Escrito por Mágida Azulay Khatab
VOLTA ÀS AULAS | Escolas da Rede Estadual retomam aulas presenciais nesta quarta-feira FERNANDO OLIVEIRA

“Esse contato com os alunos está sendo maravilhoso. Estava muito ansiosa por esse momento e estou muito feliz em voltar para a escola, após dois anos de distanciamento”. Este foi o relato de Alcilene Oliveira Nascimento, professora do Ensino Médio da Escola Estadual Lobo D’Almada, durante a retomada das aulas presenciais nesta quarta-feira, dia 9.

Depois de dois anos de aulas remotas em função da pandemia da Covid-19, o Governo de Roraima retorna com as aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino, com as escolas seguindo todos os protocolos de segurança em saúde.

“As escolas foram preparadas para esse momento, todas com álcool gel, EPIs e outros insumos. Além disso, as equipes estão prontas para orientar os estudantes dentro da nova rotina escolar. Também abastecemos as escolas com merenda de boa qualidade, entregamos carteiras e mobiliários novos”, destacou o governador Antonio Denarium.

A Escola Lobo D’Almada, no centro da Capital, é uma das unidades de ensino que está retornando com as aulas 100% presenciais nos três turnos, atendendo mil estudantes do Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“Estou gostando bastante que voltaram as aulas. Para mim é bem mais fácil as aulas presenciais, pois consigo prestar mais atenção e aprender melhor”, disse contente Shayla Torres da Silva, estudante da 1ª série do Ensino Médio.

Em Boa Vista, 27 mil estudantes de 38 escolas retornam para as salas de aula de forma 100% presencial. Em outras 17 escolas que estão passando por serviços de manutenção na estrutura física, as aulas permanecerão ainda de forma remota. Conforme os serviços forem sendo concluídos, as escolas também voltam ao formato presencial.

Ainda em função de reformas na estrutura física, a Escola Hildebrando Ferro Bitencourt passa a funcionar de forma compartilhada no prédio da Escola Presidente Costa e Silva, no bairro São Francisco, e a Escola Estadual Maria das Neves Rezende funcionará em um prédio no bairro Pricumã. Estas duas escolas retornam às atividades presenciais na próxima segunda-feira, dia 14.

Já no Interior e nas escolas localizadas nas comunidades indígenas, as aulas iniciarão de forma remota e também presencial. Os Centros de Educação Especializados também retornam hoje, com os atendimentos presenciais.

A secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, acompanhou o início das aulas em algumas escolas da Capital e falou sobre o retorno 100% presencial.

“Nosso retorno está sendo muito tranquilo, dentro das possibilidades e com todos os cuidados que o momento exige. As escolas vão realizar um momento de acolhimento aos estudantes, servidores, professores e seguir com seus planejamentos. Desejamos um excelente retorno a todos e que tenhamos um ano letivo 2022 de muito sucesso”, destacou a secretária.

As escolas também já receberam produtos para o preparo da merenda escolar. Até o momento 254 escolas entre Capital, Interior e indígenas já estão com os depósitos devidamente abastecidos com itens como carne, peixe, arroz, feijão, macarrão, leite, biscoito, entre outros. O Governo também contratou 521 profissionais de copa e cozinha (merendeiros) para atuar no preparo da alimentação escolar.

Para o ano letivo 2022, as instituições de ensino também estão recebendo os novos professores contratados por meio do Concurso Público. Mais de 400 professores estão chegando para reforçar o quadro de docentes da Educação.

Estudantes não estão obrigados a apresentar a vacina contra a Covid-19

A Rede Estadual de Ensino não exigiu a vacina contra a Covid-19 no período de matrículas e também não exigirá no retorno das aulas presenciais, porém, as orientações quanto a importância da vacinação continuarão sendo realizadas junto aos estudantes, pais e comunidade escolar.

Estudantes ou servidores que apresentarem sintomas gripais ou característicos da Covid-19 ou que testarem positivo, devem comunicar de imediato à instituição de ensino, para que sejam adotadas medidas cabíveis, entre elas, a suspensão das aulas em uma turma, em um turno ou na escola toda, a depender de cada caso. 

“Estamos alinhados com a Sesau [Secretaria de Saúde] e seguindo todas as orientações que nos são repassadas. O retorno presencial aconteceu porque recebemos informações que de nesse momento seria possível. Mas se for necessário a adoção de outras medidas futuras como suspensão das aulas presenciais e retorno de aulas remotas, ou formato híbrido em função da situação epidemiológica, iremos seguir a determinação dos órgãos de saúde”, explicou Leila Perussolo.